É hora de conhecer o Rendimento Operacional do seu trator

07/11/2018

Categorias: Tratores


Você vai ficar impressionado ao ver neste post a diferença na capacidade de serviço entre dois tratores em função do diferente Rendimento Operacional entre eles

Com a crescente necessidade de aumentar a produtividade do campo, as empresas fabricantes de máquinas agrícolas vêm dando sua contribuição através do aumento da potência dos tratores e do desenvolvendo de novas tecnologias que contribuem com a agilidade das operações na lavoura; a qualidade a e produtividade destas. Diante disto as maquinas têm cada vez de trabalhar mais e parar menos para que se usufrua ao máximo o capital investido nelas

 

O que é o Rendimento Operacional

Em linhas gerais, a análise da eficiência de uma máquina agrícola é composta da comparação entre a Capacidade Teórica de Trabalho e a Capacidade Efetiva de Trabalho. Quanto menor for o Rendimento Operacional de seus tratores, mais  tratores você precisará para trabalhar.

 

1- Capacidade Teórica de Trabalho

É o tempo total disponível que o trator tem para trabalhar. Exemplo: Em 1 dia de trabalho de 8hs a capacidade teórica é de 8,0 horas  (100%).

 

2-  Capacidade Efetiva de Trabalho

É justamente o tempo em que o trator está executando um serviço, por exemplo neste mesmo trabalho de 1 dia de 8hs.  A diferença entre a  “Capacidade Teórica…”  e a “Capacidade Efetiva…” é o tempo que se perde em varias situações, como:

  • deslocamentos;
  • abastecimentos;
  • manobras; 
  • refeições;
  • manutenções;
  • outros.


A instabilidade do clima;  a urgência de realizar o serviço no momento ideal; torna as janelas de tempo cada vez mais curtas para realizar o serviço; portanto é necessário otimizar o Desempenho Operacional

 

  • A tabela abaixo mostra o comparativo do desempenho operacional entre dois tratores que, por motivos diversos, não tem o mesmo desempenho

 

Clique aqui e baixe a planilha para calcular o Rendimento Operacional do seu trator.

CONCLUSÃO:

O Trator A teve um Desempenho 27,4%* maior que o Trator B.
*Informação referente à diferença entre as horas trabalhadas pelo Trator A e B.

Consideração:

1) O Trator A  é um MF6712 R da Massey Ferguson está equipado com Piloto Automático, Cambio Automático e  função (standard)  “Headland” que gerencia automaticamente a manobra de cabeceira,  estas opções dão qualidade e aceleram muito o serviço. O conforto  ao operador  diminui sua fadiga – o resultado no final é um dia mais produtivo, mais qualidade do serviço e menos fadiga. 

2) O Trator A tem também manutenção preventiva e preditiva com técnicos treinados pela fábrica, utiliza peças genuínas, investe em ferramentas especiais  de alto custo, tem garantia do serviço. Portanto, o Trator A tem menor chance de quebra durante o trabalho.

Obs. Sistemas de telemetria indicam que o trator pode ficar parado, com o motor ligado, pelo menos 15% do seu tempo e  pelo menos mais 10% desligado, durante uma jornada de trabalho. Além  do tempo improdutivo, quantidades significativas de combustível podem ser economizadas.

 

Quer calcular o Rendimento Operacional do seu trator? Clique aqui e baixe a planilha.

 

Outros fatores que afetam a eficiência operacional 


O trabalho com máquinas agrícolas em campo é uma atividade exaustiva. Por esta razão outras características de um trator podem ter impacto relevantes sobre a eficiência – são por exemplo, os elementos relacionados ao conforto da cabine e a ergonomia dos comandos para operar o trator – entre elas podemos citar:

  • Sistemas de segurança (proteção de partes móveis, e bloqueadores eletrônicos);
  • Cabine confortável, ergonômica, com ampla visibilidade;
  • Assento estofado com amortecedores pneumáticos;
  • Disposição dos comandos e funções de controle;
  • Acionamento eletrônico de sistemas;
  • Memorização eletrônica para as ações repetitivas;
  • Cabines com ar condicionado;
  • Piloto Automático
  • Transmissão automática;
  • Computadores de bordo;
  • Som ambiente.


Portanto, o rendimento operacional tem múltiplos aspectos e deve ser olhado em conjunto com as metas da empresa. Dessa forma, a gestão rural – que pode ser definida como a combinação harmônica dos usos da terra, trabalho e capital para a obtenção dos objetivos de produção – terá grande impacto sobre a eficiência em campo.

 

Caso tenha alguma duvida fale com nossos consultores.