Sistema Ferguson, a história do sistema hidráulico de três pontos

29/06/2018

Categorias: Tecnologia, Tratores

A Inovação e a tecnologia já estavam presentes no DNA da Massey Ferguson antes mesmo da empresa existir

O sistema hidráulico de três pontos foi inventado pelo jovem engenheiro Henry George (Harry) Ferguson, que viria a ser um dos Fundadores da Massey Ferguson.

Nascido na Irlanda em 4 de novembro de 1884, era filho de fazendeiros e foi muito mais do que um empresário. Formado em engenharia, Harry também foi inventor e até hoje é reconhecido por feitos como construir e pilotar o seu próprio avião, desenvolver o primeiro carro de Fórmula 1 e pelo seu importante papel no desenvolvimento do moderno trator agrícola e seu sistema de três pontos de ligação quando tinha apenas 27 anos. Esse feito foi o embrião da sua empresa, a Harry Ferguson.

Ferguson achava os tratores inacabados na parte onde se acoplavam os implementos, então criou uma unidade integrada que juntava as duas partes, trator e implemento. Com isso, os tratores puderam ser manobrados com mais facilidade nas áreas de curvas, nas extremidades da lavoura, nos cantos e durante o transporte. O novo engate, sensível, reagia à ação da carga puxada, ou seja, a resistência encontrada pelo implemento no contato com o solo era transferida para o trator, aumentando tração e capacidade de trabalho.

Novo arado como unidade do trator

A primeira aplicação comercial do sistema foi vendida por Ferguson para os tratores Fordson, em meados de 1920, mas o sucesso veio mesmo quando Henry Ford resolveu aprimorar sua produção, em 1928. Então, Harry decidiu se aproximar de Ford e trocar a ligação mecânica por um sistema hidráulico de três pontos com elementos de controle automatizado. Essa mudança resultou na criação do primeiro protótipo de um trator Ferguson.

E as mudanças não pararam, porque em 1937 Ferguson e sua equipe desenharam um dispositivo que permitia que a bomba hidráulica pudesse funcionar mesmo com o trator parado, dando a oportunidade dos implementos serem movimentados com o trator estacionado.

Após desfazer o acordo com Ford, Harry se mudou para os Estados Unidos e em 1948 começou a fabricar tratores da série TO, como o TO 35, que incorporou a função que permitiu à bomba hidráulica funcionar mesmo com a embreagem acionada. Então, após a junção de Massey e Harris, o TO 35 foi desenvolvido como Ferguson 35, Massey Ferguson 65 e Massey Harris 50, esse já pintado na famosa e atual cor vermelha.

 

A Massey Ferguson então nasceu e o sistema hidráulico de três pontos ajudou o mercado a se revolucionar também. A facilidade agradou a clientes e também a concorrentes que passaram a copiar a criação de Ferguson. Após chegar ao Brasil e ser líder de vendas em tratores, a Massey Ferguson permitiu em pouco tempo que as terras cultivadas do país passassem de 26 milhões de hectares para quase 35 milhões de hectares, um crescimento de 35%.